Porecatu, 19 de dezembro de 2014
| | Administração | Contato | Webmail
Ensino/Aprendizagem

Educação Infantil

A Educação Infantil tem como finalidade proporcionar condições adequadas para promover o bem-estar, o desenvolvimento físico, cognitivo, afetivo e social da criança, ampliando suas experiências e conhecimentos de mundo.

Sabe-se que a base do cuidado humano é compreender e ajudar o outro a se desenvolver. Assim, dar atenção ao educando como pessoa que está num contínuo crescimento e desenvolvimento, compreendendo sua singularidade, identificando e respondendo às suas necessidades, denota interessar-se sobre o que a criança sente, o que pensa, o que ela sabe sobre si e sobre o mundo, visando a ampliação de seu conhecimento e de suas habilidades e que aos poucos a tornarão mais independentes e mais autônomas. Para se atingir os objetivos dos cuidados com a preservação da vida e com o desenvolvimento das capacidades humanas, é imprescindível que as atitudes estejam baseadas com o biológico, o emocional e o intelectual da criança levando em consideração sua realidade sociocultural.
 
No brincar, o educando cria possibilidades de escolher os temas, papéis, objetos e companheiros com quem brincar ou jogar permitindo o enriquecimento das competências imaginativas, criativas e organizacionais infantis e assim elaborar de forma pessoal e independente suas emoções, sentimentos, conhecimentos e regras sociais. Oferecer tempos e espaços para o brincar no ambiente escolar valoriza a criatividade, a imaginação, o conhecimento, a interação, o diálogo, a troca afetiva e intelectual entre educandos e educadores. Garantir a abordagem lúdica é propiciar aos educadores uma visão do processo de desenvolvimento da criança em particular e em grupo, registrando suas capacidades de uso das linguagens, assim como suas capacidades sociais e dos recursos afetivos e emocionais que dispõem.
     
Portanto, propõe-se neste Projeto Político Pedagógico uma implementação de currículos condizentes com suas realidades e singularidades, considerando que o nosso educando é um ser completo e indivisível e que pode vivenciar experiências prazerosas no âmbito da nossa instituição.

Dadas as particularidades do desenvolvimento da criança de 0 a 5 anos, a educação infantil cumpre suas funções indispensáveis e indissociáveis de EDUCAR E CUIDAR:

 

EDUCAR 

Educar implica em propiciar situações de aprendizagem que contribuam para o desenvolvimento das capacidades infantis de relação interpessoal, de ser e estar com os outros numa atitude de aceitação, respeito e confiança e o acesso, aos conhecimentos mais amplos da realidade social e cultural.

Neste processo, a educação auxilia o desenvolvimento das capacidades corporais, afetivas, emocionais, estáticas e éticas, na perspectiva de contribuir para a formação de crianças felizes.

 

CUIDAR 

Cuidar de uma criança em um contexto educativo demanda a integração de vários campos de conhecimento e a cooperação de profissionais de diferentes áreas. O cuidado é um ato em relação ao outro e a si próprio que possui uma dimensão expressiva e implica em procedimentos específicos.
 
Embora as necessidades humanas básicas sejam comuns, como alimentar-se, proteger-se, as formas de identificá-las, valorizá-las e atendê-las são construídas socialmente. As necessidades básicas, podem ser modificadas e acrescidas de outras, de acordo com o contexto sociocultural. Pode se dizer que além daquelas que preservam a vida, as necessidades afetivas são também base para o desenvolvimento infantil.
 
Cuidar de criança é sobretudo dar atenção a ela como pessoa que está num contínuo crescimento e desenvolvimento, compreendendo sua singularidade, identificando e respondendo às suas necessidades.’
 
CUIDAR e EDUCAR acontecem de maneira integrada e indissociada o que supõe estar atento à criança de tal maneira que ela possa:
  • desenvolver uma imagem positiva de si, para que possa atuar de forma cada vez mais independente;
  • descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem-estar;
  • estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo sua auto-estima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e interação social;
  • estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista com os demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração;
  • observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuem para a sua conservação;
  • brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;
  • utilizar as diferentes linguagens (corporal, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas idéias, sentimentos e desejos e avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva;
  • conhecer manifestações culturais, demonstrando interesse, respeito e participação frente a elas e valorizando a diversidade.

 

Escola Vicentina Santa Luiza
Rua Barão do Rio Branco, 306 - Centro - Porecatu - PR
CEP 86.160-000 - Fone (43) 3623-8300
Província de Curitiba - Copyright 2011
Todos os direitos reservados
http://www.filhasdacaridade.com.br